Manuel Alegre - O nosso país está desarmado, a nossa última garantia é o Tribunal Constitucional
Início
Notícias
Editoriais
Entrevistas do MIC
Lugar da Cidadania
Opinião
Iniciativas/Parcerias
 
Galeria de Edições
Quem Somos
Coordenação
Núcleos
Como Participar
 
Apoiantes
Links
Downloads
 
Contactos
NEWSLETTER
 


Só há uma solução: suspender este modelo de avaliação e estudar outro que contribua para o bem-estar das escolas
[Maria do Rosário Gama , Público.pt, 31-10-2009] | 2 comentários
Estão milhares de olhos postos em si cobertos de esperança e ao mesmo tempo de receios, numa mistura de confiança e cepticismo em relação ao que se vai seguir... É que o desespero e o mal-estar a que nos conduziu a sua antecessora causou estragos tão grandes que faça V. Ex.ª o que fizer muitos desses estragos já são irreparáveis! Mas V. Ex.ª tem poder para minimizar alguns e trazer de novo às escolas o ambiente que se vivia antes da torrente legislativa do Ministério de Maria de Lurdes Rodrigues (MLR). Continuação

.
Presidente do MIC - Secretário de Estado
[ALEXANDRA MARQUES, JN, 30-10-2009] | 2 comentários
Entre os 17 novos secretários de Estado há os que têm ligações a personalidades do PS, os muito próximos de Sócrates e os tecnocratas, alguns nem filiados. Desavenças e ambições ditaram algumas exclusões.

Para além das duas promoções dos homens de maior confiança do primeiro-ministro - o chefe de gabinete Pedro Lourtie para os Assuntos Europeus e do adjunto político, considerado a eminência parda de S. Bento, José Almeida Ribeiro, para seu secretário de Estado adjunto -, as estreias têm outros tipos de razões: partidárias ou tecnocráticas.
Continuação

.
Deco denuncia:
[Lusa, 28-10-2009] | 3 comentários
Um inquérito alimentar realizado pela Deco revelou que existem pelo menos 40 mil idosos em Portugal sem dinheiro para comer e que o custo dos alimentos é uma das razões para estas pessoas não consumirem alimentos mais saudáveis.Continuação

.
Tomada de posse do Governo
[ISABEL TEIXEIRA DA MOTA,, JN, 26-10-2009] | 0 comentários
"Firmeza e diálogo" são as duas qualidades que Manuel Alegre espera encontrar hoje quando ouvir o discurso de tomada de posse do primeiro-ministro.
Na conjuntura política adversa de um Governo minoritário, e perante dificuldades económicas e sociais no país, o socialista crê que as palavras-chave da intervenção de José Sócrates terão quer ser "abertura, negociação, diálogo".
Continuação

.
Cidadãos por Lisboa
[Helena Roseta, Cidadãos por Lisboa, 26-10-2009] | 0 comentários
Helena Roseta pede ao novo Parlamento que revogue a prorrogação da concessão do Terminal de Contentores de Alcântara.
O movimento Cidadãos por Lisboa apela hoje aos vários Grupos Parlamentares eleitos, para que tomem uma iniciativa legislativa com vista a revogar o Decreto-lei 188/2008, de 23 de Setembro, que alterou as bases da concessão do direito de exploração, em regime de serviço público, do terminal de contentores nas instalações portuárias de Alcântara Sul, aprovadas pelo Decreto-Lei n.º 287/84 de 23 de Agosto
Continuação

.
Manuel Alegre afirma que existe “um peso excessivo dos partidos que têm o monopólio da decisão política”.
[MIC com O Ribatejo, 23-10-2009] | 1 comentário
O ex-Vice-Presidente da Assembleia da Republica, e ex-deputado socialista, que foi convidado para a primeira sessão do Fórum da Cidadania, que se realiza até 5 de Dezembro na Escola Secundária Maria Lamas em Torres Novas, disse ainda que devia haver uma alteração da lei eleitoral que permitisse a candidatura de cidadãos independentes em círculos uninominais para a Assembleia da República. “Os partidos têm medo dessa concorrência”, frisou, lembrando o sucesso alcançado pela candidatura independente à presidência da República, assim como o movimento de cidadãos que apoiou a candidatura de Helena Roseta à Câmara de Lisboa, nas eleições autárquicas de 2007.Continuação

.
Com o título "Un Gos com nosaltres"
[MIC, 22-10-2009] | 0 comentários
A edição catalã do romance Cão Como Nós, de Manuel Alegre, publicada com o título Un Gos Com Nosaltres, pela editora Témenos Edicions, acaba de ser lançada na Catalunha. Trazudido por Anna Cortils Munné, Un Gos Com Nosaltres vem inaugurar, dentro da editora Témenos Edicions, a Colecção Argumenta. Cão Como Nós, recorde-se, foi lançado em 2002 pelas Publicações Dom Quixote, encontrando-se actualmente em preparação a sua 19ª edição, tendo já superando os 120.000 exemplares vendidos.
Continuação

.
[MIC, 22-10-2009] | 0 comentários
Já está à venda uma nova edição da obra poética completa de Manuel Alegre, com o título “Poesia”. Trata-se de uma edição de grande qualidade, que reúne todos os poemas de Manuel Alegre em dois volumes, com caixa própria, lançada pelas Publicações Dom Quixote.Continuação

.
José Saramago
[TSF, 22-10-2009] | 3 comentários
O poeta Manuel Alegre, em declarações à TSF, defendeu o Nobel José Saramago, lamentando que o país não perdoe «a grandeza» e aqueles que se distinguem. Alegre declarou ainda que Saramago continua a ser «um grande escritor».
Continuação

.
Organização da Civilis – Associação para a Cidadania e Desenvolvimento em parceria com a Escola Secundária de Maria Lamas
[MIC com O Mirante.pt, 22-10-2009] | 0 comentários
O poeta Manuel Alegre abre esta quinta-feira, dia 22, o Fórum Cidadania – um contributo para o futuro”, que a Civilis – Associação para a Cidadania e Desenvolvimento organiza em parceria com a Escola Secundária de Maria Lamas (ESML), até 5 de Dezembro de 2009, em Torres Novas.

Manuel Alegre será conferencista da sessão com o título do programa da conferências, pelas 21horas, após a inauguração com uma exposição de artes, cerâmica, robótica e mecânica e de uma sessão cultural de poesia em movimento com Jorge Maia e Marta Tomé. Todas as conferências decorrem no ginásio da escola e têm entrada gratuita.
Continuação

[22-10-2009] | 2 comentários
O primeiro-ministro reuniu-se hoje com o Presidente da República para o informar sobre a composição do XVIII Governo constitucional. O Executivo conta com oito novos governantesContinuação

.
[MIC, 22-10-2009] | 1 comentário
Defendemos que a liberdade de pensamento nunca pode ser objecto de uma pena de banimento nacional ou social, de morte física ou cultural (Lara, já o fez), de prisão, ou outra qualquer ameaça à sua expressão plena, e quem, de qualquer modo, praticar, sugerir, sob qualquer pretexto, uma destas atitudes contra um autor por mais maldito que seja, é, em termos da sociedade fundada em Portugal com o 25 de Abril de 74 e depois confirmada na Constituição da República e em sucessivas eleições democráticas, um cidadão, que tem um comportamento reprovável, inaceitável numa comunidade social Europeia e Euro-americana. É um comportamento que mancha a nossa Democracia e a nossa Civilização.Continuação

.
[OPS!, 21-10-2009] | 0 comentários
Amigos e amigas subscritores da Revista ops!,

A revista ops! irá editar em breve um livro que inclui alguns dos textos publicados na revista no último ano e dois textos inéditos de Manuel Alegre e Henrique Neto, bem como um CD com a totalidade dos conteúdos dos 4 primeiros números da revista.Continuação

.
Romance de Joaquim Sarmento
[MIC, 21-10-2009] | 0 comentários
Efectua-se hoje, na Associação 25 de Abril em Lisboa, situada na Rua da Misericórdia, nº 95, pelas 18 horas, o lançamento do romance de Joaquim Sarmento ”António e Oriana”.
O livro é uma revisitação ficcionista ao 25 de Abril e dedicado a Maria de Lurdes Pintassilgo e Ernesto Melo Antunes, com prefácio de António de Almeida Santos.
A apresentação da obra será feita pelo deputado do PS António José Seguro.
Continuação

.
"A revolução de António e Oriana"
[MIC, 15-10-2009] | 0 comentários
Num ambiente de tertúlia e na presença de vários professores da Universidade de Coimbra, António Arnaut reconheceu nesta cidade no lançamento do seu novo livro que Joaquim Sarmento escreveu um excelente romance que designou na análise literária tecida como uma obra do pós-modernismo.Continuação

.
[LUSA, 15-10-2009] | 0 comentários
O socialista Manuel Alegre fez hoje votos para que a nova legislatura "corra bem", considerando que o primeiro-ministro indigitado, José Sócrates, terá "talento" para governar em minoria.
Continuação

.
Sexta-feira, dia 16, Piano Bar, 22h00
[13-10-2009] | 0 comentários
Para assinalar os 27 anos da sua morte, o Clube Literário do Porto preparou um programa que irá recordar Adriano Correia de Oliveira através das suas músicas. Continuação

.
[DN, 12-10-2009] | 2 comentários
O histórico socialista Manuel Alegre considerou hoje que se devem "tirar conclusões" da "dinâmica de abertura" que ultrapassou a "visão sectária" da política e conduziu à vitória de António Costa em Lisboa.
Continuação

.
[José Manuel Rocha , Público.pt, 12-10-2009] | 0 comentários
O Banco de Portugal vai impor novas regras às instituições financeiras para reforçar a informação prestada aos clientes relativamente aos produtos que comercializam.
O novo quadro, que entrar á em vigor no dia 1 de Janeiro de 2010, incide sobre o preçário que os bancos praticam no âmbito da sua actividade.
Continuação

.
Manuel Alegre na campanha de Lisboa:
[ACL, Com Lusa, 08-10-2009] | 0 comentários
A escolha é entre “consistência e leviandade”, entre “responsabilidade e demagogia”, entre “um projecto que procura mobilizar as pessoas” e o “populismo” de “ideias avulsas”, afirmou Manuel Alegre esta tarde, no final da descida do Chiado que fez ao lado de António Costa, à frente de um verdadeiro mar de gente. Para Manuel Alegre, “só há uma maneira de renovar a Democracia, é vencer essa doença tão antiga do sectarismo, é pelo diálogo, é pela abertura, é pela inovação, é sabendo ouvir o outro, é sabendo falar ao outro”. “É essa a característica e originalidade inovadora desta lista encabeçada por António Costa”, que, segundo Manuel Alegre, representa “mais do que o Partido Socialista”, “mais do que a esquerda que pode vencer”, “mais do que os cidadãos que estão com ele”, “mais do que ele próprio”, pois “representa um projecto de abertura, um projecto inovador para unir Lisboa agora, para vencer e para unir Lisboa depois”.Continuação

.
[07-10-2009] | 0 comentários
“Estou aqui em nome da decência”, afirmou Manuel Alegre, que esteve hoje com Marcos Perestrello, candidato socialista à Câmara Municipal de Oeiras. “Sei que a sentença contra Isaltino de Morais não transitou em julgado”, acrescentou, numa referência ao facto de a lei permitir a candidatura de pessoas mesmo após a acusação, mas a questão, acrescentou, “não é de legislação, é de consciência”. Interrogado sobre a possibilidade de uma vitória eleitoral em Oeiras, Alegre afirmou que “há um ganhar que é perder e há um perder que é ganhar”, insistindo na necessidade de ética na política.Continuação

.
Manuel Alegre em Águeda:
[MIC, 06-10-2009] | 0 comentários
“Saí da Assembleia da República por vontade própria, disse Manuel Alegre ontem à noite em Águeda, “mas estou disponível para colaborar com todos os que estejam empenhados em encontrar soluções novas em todo o país”. Alegre recordou, “tal como há três anos e tal, neste mesmo sítio”, que existe “o poder dos cidadãos”, que “a democracia é de todos” e que “a República não tem donos”. Continuação

.
[Paulo Pena, Revista Visão, 01-10-2009] | 0 comentários
A maioria de esquerda no Parlamento mostra uma face «insólita». Ninguém a quer, nem o BE, em a CDU, nem «esta direcção do PS». Será preciso dialogar, afirma Manuel Alegre, mas nem isso «será fácil» para José Sócrates, habituado à «atitude da determinação e da maioria absoluta». Exige-se criatividade, para que os socialistas não sejam «o instrumento das receitas que conduziram à crise actual».Continuação
info@micportugal.org